Revisitando a política monetária brasileira através da Regra de Taylor

Eq. 1, Regra de Taylor em sua formulacao mais rústica
Eq. 2, Regra de Taylor com coeficientes de suavizacao para capturar a velocidade que os bancos centrais perseguem a taxa de juros recomendada pela regra de política monetária
Eq. 3, aqui somente substituímos o π original por π_nucleo
Eq. 4, ainda dentro da especificacao anterior, trocamos mais uma vez a medida de inflacao e passamos a usar a expectativa do mercado
Eq. 5, nesta versao compilo tudo o que foi discutido sobre inflacao até agora em um caso generalizável com solucao empírica simples
Eq. 6, finalmente voltamos a revisitar a regra de movimento, adicionando uma ‘proxy’ de juro de neutro pelas taxas de mercado
Eq. 7, nesta iteracao final, ajustamos a meta de inflacao com base em uma narrativa ‘histórica’
Política monetária de 2008 a 2021T1. Destacamos a gestao Tombini durante o período iluminado em cinza.
Sete regressoes para a Regra de Taylor brasileira. Os asteriscos denotam significancia dos coeficientes estimados em 1% (***), 5% (**) e 10% (*).
Sete trajetórias para a Taxa Selic. Aqui, uso premissas pessoais identicas para as projecoes para fora da amostra.
Tabela com lista dos dados utilizados. Clique para ampliar.

--

--

The world may not fit into equations, but within them even an extent of the unknown can be measured.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store